Acessórios Comportamento Cuidados básicos Filhote Passeios Primeira viagem Saúde

Como cuidar do meu filhote de bulldog? – PARTE 2

O filhote chegou? E agora?Mais dicas sobre como cuidar do seu filhote de bulldog inglês.

As primeiras semanas como mãe/pai de primeira viagem são feitas de muitas descobertas (e um pouco de pavor). Será que meu filhote está bem? Por que ele está chorando? Por que ele dorme tanto? Esse ronco é normal? Por que ele não faz xixi no lugar certo?

Milhares e milhares de perguntas que vão ficar povoando sua mente. É perfeitamente normal.

Como prometido, aqui vai a parte 2 das dicas que podem ajudar a acalmar um pouco sua inquietação 😉

mdb_dicas

+1 – TAL MÃE/PAI TAL FILHO
O filhote é um reflexo de você. Se você mantiver a calma e for tranquila (o) ele também será. Se você for ansiosa (o) e descompensada (o), ele tam-bém será. Às vezes as peraltices e os xixis pela casa vão tirar você do eixo, respire e respire de novo. Quanto mais irritada (o) você estiver mais seu filhote estará.

+2 – QUEM SOU EU?
Antes mesmo dele chegar tenho certeza que você já sabia qual seria o nome do seu pequeno. O único detalhe é que ele ainda não sabe! Nas primeiras semanas, é normal que ele não entenda quando o chama pelo nome. Assim como qualquer outro comando que você tente ou invoque. Com a repetição e a consistência ele se habituará e aprenderá “quem ele é”.

 +3 – SONO ETERNO
Assim como os bebês, filhotes dormem MUITO! É normal. Ele vai passar a maior parte do dia (e da noite) em sono profundo. Com o tempo, esse soninho vai diminuindo (ou não, já que os bulldogs são preguiçosos por natureza!).

+4 – FELÍCIA FEELINGS
Seu bebê é a coisa mais linda do mundo, cheio de dobrinhas e com uma carinha meiga de derreter o coração de qualquer um. E por isso, você vai querer apertá-lo, abraçá-lo, fazer carinho, por no colo… E nem sempre ele vai deixar ou gostar, rs.
É um pouco frustrante eu sei. Ele não gosta mim? – você vai pensar. Na verdade, precisa respeitar o tempo dele e quase sempre, esse tempo é diferente do seu! Vai ter momentos que ele não vai estar nem aí para você e outros que vai querer toda sua atenção.

+5 – EXPERIMENTANDO O MUNDO PELA BOCA
Assim como as crianças, o filhote tende a colocar absolutamente TUDO que encontra pelo chão na boca. Faça uma inspeção em sua casa para tentar prever aquilo que ele pode engolir sem querer. E cuidado com os sapatos. Eles adoram, mas são uma fonte rica de bactérias. O Rufus comia todas as pedras que encontrava pelo caminho e não sei como, conseguiu comer um pedaço de copo quebrado também :S Geralmente o que não é para ser comido sai pelo vômito ou pelo nº2, se perceber que seu filhote comeu algo e não teve saída (depois de alguns dias), procure o veterinário para poder investigar se é algo que pode causar algum mal a ele.

 +6 – CONTROLANDO O ACESSO AO SOL
Os cães adoram tomar um solzinho e ele é essencial para a saúde do seu filhote, mas fique atento, porque dependendo da estação do ano, o sol pode ser bem ardido e acabar queimando filho! Pense nele como um bebê humano, sol somente até as 10h e depois das 16h.

+7 – VERMIFUGAÇÃO
Assim como as crianças, o filhote está muito vulnerável aos vermes e afins, porque seu organismo ainda está construindo sua imunidade e também porque colocam TUDO na boca! Como comentei aqui, independente da marca do vermífugo que seu veterinário indique, o mais importante é verificar se ele protege do verme da doença do coração e a dosagem indicada pelo fabricante em relação ao peso do animal. Eu uso o Cardomec Plus marrom.

+8 – ANTI-PULGAS
Existem diversos tipos de medicamentos anti-pulga no mercado. No começo, usei o Revolution que logo na primeira aplicação desencadeou uma reação alérgica no Rufus. Troquei para o Spray Frontline, mas quando fomos viajar, a veterinária recomendou que ele usasse uma coleira que protege – além do básico – da picada do mosquito transmissor da doença do coração. O Rufus e o Joaquim se adaptaram super bem a Seresto, mas a Scalibor também foi bem recomendada pela vet dele. Depois dos anjinhos comerem a colera um do outro, mudei para o comprimido/pastilha Bravecto. Para quem mora em região endêmica, ambas protegem contra o vetor da Leishmaniose. Cada filhote é único, converse com seu veterinário e faça testes até encontrar a opção que o organismo do seu bebê se adaptará melhor.

 +9 – A HORA DO PASSEIO
Tenho certeza que você está ansiosa (o) para passear com seu filhote, mas ele só pode sair depois de tomar todas as vacinas. Isso pode levar algumas boas semanas. Porém, sugiro que vá treinando o uso da coleira e da guia no quintal ou dentro de casa para ele ir se acostumando.

+10 – COLEIRA E GUIA
A peitoral é boa para filhotes, mas dependendo do temperamento do seu pequeno ela pode não ser a mais indicada quando adulto. Tivemos que trocar a do Rufus assim que ele ficou mais fortinho, porque puxava muito e era mais difícil de controlá-lo.
A coleira de pescoço não machuca! Eu tinha esse receio também. Essas da Zee Dog são as melhores!
Os adestradores indicam a tipo enforcador – pois ajudam no controle e no treinamento do animal – mas tenho que confessar que sou frouxa para usar essa em todos os momentos, só uso para o banho, que é um momento crítico aqui em casa, rs.

+11 – LIMPANDO A CASA
Evite usar produtos muito fortes, como água sanitária, por exemplo. E tire todos os resíduos com bastante água, caso contrário, seu bull pode ter reações alérgicas. O Rufinho teve e hoje usamos somente detergente neutro, álcool e desinfetante bactericida herbal.

+12 –LAVANDO AS ROUPAS E COBERTINHAS
De novo, pela alta propensão a alergias, tome cuidado como lava as roupas, cobertas e panos que estarão em contato direto com a pele do seu filhote. Eu uso Ola bebê. O cheiro dos amaciantes e de alguns sabões em pó pode ser um convite ao xixi e ainda provocar alergias. Eu prefiro não usar.

Se algum item que está preocupando você não está nem na parte 1 nem aqui na parte  2, mande uma mensagem que tentarei ajudar 😉

 

9 comentários em “Como cuidar do meu filhote de bulldog? – PARTE 2

  1. Troquei de ração pq não encontramos a qual ela usava no canil. Agora está com as fezes bem pastora. Devo trocar novamente ou se acostuma ? Dou premier natural para filhotes
    Obrigada

    Curtir

  2. Peguei meu filhote tem 2 dias e ele é bem quentinho e vejo q treme muito. Isso é normal deles ??

    Curtir

  3. Olá! Meu cachorrinho tem 2 meses e chora o tempo todo, principalmente à noite. Não sei mais o que fazer, já comprei brinquedos, coberta, já ignorei… mas nada adiantou!

    Curtir

  4. Olá! Minha filhote está chegando e na casa tem outras 2 cachorras, vacinadas e tudo o mais! Realmente não é possível o contato com elas? A filhote tomou somente a primeira vacina ainda.

    Obrigada!

    Curtir

  5. Olá. Os meus nunca tiveram reação às vacinas, mas assim como nos humanos é possível que isso aconteça sim. Se persistir é bom consultar seu vet. Beijos

    Curtir

  6. Olá, as vacinas costumam deixar molinho? O meu vomitou muito após, tá bem quieto.

    Curtido por 1 pessoa

  7. Adriano, leia o post ‘Como adotar um bulldog’ e acompanhe o trabalho da Adopta Pet Br 😉

    Curtir

  8. Estou interessado em adotar um pequenino filhote . Se souberem de algo me contate por gentileza

    Curtir

  9. Pingback: O filhote chegou, e agora? – PARTE 1 – Mãe de Bulldog

Deixe um comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: